segunda-feira, novembro 01, 2010

Resenha: Os Sofrimentos do Jovem Werther

 Hoje, posto mais uma resenha aqui, um clássico que li alguns meses atrás, mas que só agora posto a resenha, ainda tenho mais umas duas ou três resenhas na manga pra postar mas,voltando ao assunto, o livro "Os Sofrimentos do Jovem Werther" foi escrito por  J. W. Goethe, lançado em 1771, que foi um dos maiores escritores de literatura alemã.

  Devo escrever tambén que, por causa deste livro, aconteceu uma onda de suicídios na Europa, de tão profunda que foram as palavras usadas por Goethe.

Capa do livro que li

Sinopse:
A literatura alemã divide-se em antes e depois de Os Sofrimentos do Jovem Werther, que chega às livrarias brasileiras nesta nova e brilhante tradução de Marcelo Backes.Ao escrever Werther, em 1774, Johann Wolfgang Goethe alcançava sua primeira obra de sucesso e, de quebra, dava início à prosa moderna na Alemanha. Werther não é, simplesmente, um romance em cartas assim como Nova Heloísa de Rousseau ou Pamela de Richardson. Esta que é uma das mais célebres obras de Goethe é o romance de uma alma, uma história interior. Dilacerante, arrebatada é a história de uma paixão literalmente devastadora. Com enorme repercussão quando do seu lançamento, Werther foi um testemunho de como a literatura tinha poder de agir na sociedade. Não foram poucos os suicídios atribuídos ao romance. Johann Wolfang von Goethe nasceu em Frankfurt em 1749 e morreu em Weimar em 1832. Poeta, romancista, dramaturgo, crítico, estadista, tornou-se um dos maiores vultos do pensamento alemão, tendo influenciado várias gerações. Em 1775, a convite do Duque Carlos Augusto, foi administrador de Weimar, onde destacou-se brilhantemente como administrador, financista e estadista. Deixou vasta obra, onde se destacam, entre outras, Werther, Ifigênia, Elegias Romanas (poesia), Fausto, Teoria das Cores, Viagem à Itália, Poesia e Verdade.



 Mais um clássico que eu gostei, poucas páginas, foi direto ao ponto, sem muitos rodeios, só achei que em algumas partes o livro foi censurado, não sei se isso aconteceu, de fato, a pedido do escritor, ou foi devido a tradução precária, mas é sabido que, um livro como este merece ser lido e comentado, a única coisa que não gostei foi a forma que ele morreu, quem... em sã consciência morreria daquele jeito? Sou da opnião que se for para se suicidar, que faça direito e sem sujar o tapete!

 Esta obra-prima da literatura mundial, é muito fácil de ser lida e "compreendida", para aqueles que não gostam de muitas páginas, este livro é uma boa pedida, pois o livro é bem curto, então, se você também procura por um clássico fácil de ser lido, esta é minha sugestão.

Obs.: No Google Livros, tem uma versão do livro em português, para ler, clique aqui.

Até breve!

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens Populares

.

.